quarta-feira, maio 16, 2007

O verdadeiro caráter de um homem de palavra!!!

(Clique no título para ler a notícia no site oficial)

ESCLARECIMENTOS!

Achei importante, através do meu site oficial, esclarecer algumas questões que foram ditas nestes últimos dias. Por intermédio da minha assessoria, equipe que cuida deste site, fiquei sabendo que o repórter Luiz Carlos Reche, da rádio Guaíba de Porto Alegre, profissional que respeito muito, afirmou que eu teria recebido uma proposta de uma equipe mexicana no final do ano, quando estávamos no Japão e que, por isso, teria pedido aumento salarial sob o risco de não disputar o MUNDIAL. Esta questão foi colocada ao presidente Vitorio Piffero no dia da partida contra o Botafogo e, logicamente, negada, pois não é verdade. Por que levantar uma questão como essa num momento como esse?

Não recebi proposta de nenhuma equipe (mexicana, italiana, espanhola, japonesa ou vietnamita) antes ou durante o Mundial. Um homem me procurou lá no Japão dizendo-se EMPRESÁRIO de futebol. Ele perguntou se eu tinha interesse de jogar no México. Ora, isto não é proposta!!!

Hoje em dia, no meio do futebol, o que mais se vê são pessoas que se dizem empresários e que oferecem clubes aos jogadores. Aliás, qualquer um pode ser esse tipo. É só aparecer bem vestido em um hotel onde esteja uma equipe de futebol e dizer a um jogador que você tem uma equipe interessada nele. FÁCIL!!! Mas eu não sou um garoto que está começando no meio futebolístico PROFISSIONAL para acreditar em qualquer um que apareça na minha frente, ainda mais durante o período de MUNDIAL DE CLUBES, quando os verdadeiros empresários e dirigentes não aparecem para fazer sondagens, propostas, ofertas ou seja lá o que for. Quem faz isso não pode ser considerado sério.

Esta pessoa que lá esteve disse que queria conversar comigo e, educado como sou e como meus pais me ensinaram desde pequeno, escutei o que ele tinha para me dizer, reitero, ele queria saber do meu interesse de jogar no México. Fui obrigado a dar uma risada, pedindo desculpas logo em seguida, e perguntei se ele sabia quem eu era e onde ele estava. Ou seja, sequer dei abertura.

Sou honesto e tudo que conquistei na minha vida foi assim, com verdade e seriedade. Somente um BURRO, algo que, modéstia à parte não sou, deixaria de jogar um MUNDIAL DE CLUBES em função de um eventual e suposto não aumento salarial. Lá estaria sendo visto pelo mundo todo e, se saísse campeão, certamente apareceriam propostas da Europa, como realmente aconteceu para alguns ou muitos de nós. Depois disso, cada um sabe o que é melhor, ficar ou sair.

Agradeço a atenção de todos. Decidi escrever, pois foi algo que me tocou. Eu sempre tive caráter, quem me conhece sabe. Questões como essa eu não aceito de maneira nenhuma, porque tenho três filhos e uma esposa maravilhosa, familiares a quem sirvo de exemplo. Faço de tudo para ser exemplo de honestidade, caráter, dignidade e muita disciplina para meus filhos, assim como meu pai foi e é para mim. Quero que eles cresçam sabendo que, com estes princípios, o caminho e as portas irão sempre se abrir, em qualquer situação.

Grande abraço a todos e, no meu próximo texto, vou explicar as razões porque ainda não assinei o meu contrato de renovação com o Inter.

Fernando Lúcio da Costa – Fernandão


Grande jogador, impressionante pessoa. Assim é Fernandão. É, simplesmente, um privilégio tê-lo no meu time. Que Deus te abençõe.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home