terça-feira, janeiro 22, 2008

SOMEDAY NEVER COMES

"A primeira coisa que eu lembro era perguntando ao papai, "por quê?",
Por lá haviam muitas coisas que eu não sabia.
E o papai sempre sorriu; pegou-me pela mão,
Dizendo, "Algum dia você entenderá."

Bem, eu estou aqui para contar para cada um de vocês
É melhor você aprender isso rápido; é melhor você
aprender isso ainda jovem.
Porque o "Algum dia" nunca chega.

Bem, tempo e lagrimas passaram e eu catei poeira.
Por lá haviam muitas coisas que eu não sabia.
Quando meu pai se foi, ele disse, "Tente ser um homem,
E, algum dia você entenderá."

E então, em um dia de Abril, eu nem estava lá,
Por lá haviam muitas coisas que eu não sabia.
Um filho nascia para mim; Mamãe segurou sua mão,
Dizendo "Algum dia você entenderá"

Penso que era setembro, o mês em que eu fui-me embora,
Por lá haviam muitas coisas que eu não sabia.
E eu ainda via ele parado, tentando ser um homem;
Eu disse, "Algum dia você entenderá."

CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL


Comecei com essa musica porque era o meu som ambiente na hora.
Mas, não só por isso, e sim porque ela me remete à um tempo.

Tempo esse que não tenho mais, e como ela mesmo diz: "Algum dia nunca chega"

"Presente é o tempo em que a gente fica revivendo o passado ou planejando o futuro". ALguem disse isso, não lembro quem...

Desde esse tempo à que a música me remete e este presente no qual escrevo, muita água passou por debaixo da ponte, muita coisa surgiu e muitos presentes eu ganhei...

Pessoas, muitas, como as que encontrei num "saturday night", daquelas que a gente só precisa encontrar e ser apresentado uma vez. A afinidade e a própria seleção natural se encarrega do resto.

Cada vez mais o tempo passa, e cada vez mais eu volto, de volta, pro passado. Tenho reescrito algumas passagens, reinventado algumas música, redescoberto algumas coisas que gosto, ou gostava, ou gostarei...

Me reinventei, me redesenhei... e nesses "re", me refiz. Quando olho pra trás, vejo que participei da vida de inúmeras pessoas, e estas da minha. E é a estas que hoje agradeço, sem saber porque, mas agradeço, pois de alguma forma me ajudaram a hoje, eu ser quem eu sou de alma e coração.

Gosto de "vez enquando" fazer um balanço do que acontece ao meu redor. E percebo que continuo agregando valor a mim mesmo. E percebo, que com quase 30. O mundo é bem melhor do que eu imaginava que seria nessa época da vida...

Nem que tenhamos que nos lembrar e louvar todos os momentos que vivemos.

Por isso, sei, que amanhã vou estar me lembrando de hoje.

À todas as pessoas que sabem que "alguma dia" não chega, e que é preciso vivermos agora. Como sempre fizemos...

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home